Editais em aberto

Fundação Banco do Brasil está com edital aberto para a edição de 2013 do seu Prêmio de Tecnologia Social, que tem como objetivo identificar, certificar, premiar e difundir tecnologias sociais já aplicadas, em âmbito local, regional ou nacional, e que ainda estejam em atividade, constituindo-se em efetivas soluções para questões relativas a: água, alimentação, educação, energia, habitação, meio ambiente, renda e saúde. Organizações premiadas receberão de 30 mil a 80 mil reais, dependendo da sua colocação. Por “tecnologia social”, a Fundação compreende “produtos, técnicas ou metodologias reaplicáveis, desenvolvidas na interação com a comunidade e que representem efetivas soluções de transformação social”.
O Prêmio é concedido a cada dois anos e conta com cinco diferentes categorias: a) Comunidades Tradicionais, Agricultores Familiares e Assentados da Reforma Agrária; b) Juventude; c) Mulheres; d) Gestores Públicos; e) Instituições de Ensino, pesquisa e universidades.
As inscrições no Prêmio são abertas a instituições sem fins lucrativos, legalmente constituídas no País, de direito público ou privado, e só podem ser realizadas pela página do Prêmio na internet, acessada clicando aqui.
O prazo para envio das inscrições é 31 de maio.
* * *
Organizações da sociedade civil que trabalhem com a temática de políticas públicas de juventude podem solicitar um financiamento de até dez mil dólares (cerca de 19 mil reais) para desenvolver e hospedar uma página na internet dentro do portal Iniciativa Jovem, projeto da organização alemã Demokratie & Dialog e.V. que é financiado pela Fundação Open Society. O portal Iniciativa Jovem tem como objetivo consolidar o conhecimento internacional e informação sobre políticas públicas de juventude, indo da análise e formulação para a implementação e avaliação das políticas.
Temas potenciais para as páginas no portal podem ser participação e cidadania; ativos e voluntariado; direitos das crianças e dos jovens; políticas públicas globais sobre as drogas; trabalho comunitário; pesquisa e conhecimento; sustentabilidade e meio ambiente; multiculturalisno e minorias; justiça, etc.
Não há uma data limite para envio das propostas, que devem ser escritas em inglês, e considerar a duração de um ano para o projeto financiado. Mais informações, clicando aqui.
* * *
Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR), do Governo Federal, publicou edital para financiar propostas de instituições privadas sem fins lucrativos que tenham como objetivo o fortalecimento institucional e o desenvolvimento local de comunidades quilombolas do Brasil. As organizações podem solicitar entre 120 mil e 200 mil reais para ações de capacitação, educação ambiental e fortalecimento institucional. A chamada de financiamento é uma ação do Programa Brasil Quilombola, programa tocado por um Comitê Gestor composto por 11 ministérios e sob a coordenação da SEPPIR.
Para incrementar a participação das organizações quilombolas, a Chamada Pública 02/2013 da SEPPIR, assim como a de 2012, prevê a priorização das propostas apresentadas pelas próprias instituições representativas desses segmentos populacionais, conforme indica a página na internet da Secretaria.
Também segundo a Secretaria, atualmente 2.040 comunidades quilombolas são certificadas pela Fundação Cultural Palmares. Dessas, 207 são tituladas, em benefício de 12.946 famílias. Atualmente, 80 mil famílias quilombolas estão identificadas no Cadastro Único de Programas Sociais (referência: janeiro/2013). Dessas, 79,9% são beneficiárias do Programa Bolsa Família e 75% estão em situação de extrema pobreza. Nesse sentido, é fundamental fortalecer as iniciativas de promoção dos direitos das comunidades quilombolas.
Os projetos podem ser enviados até o dia 27 de maio, e a página da SEPPIR com mais informações encontra-se aqui.
* * *
Fundo Internacional para a Diversidade Cultural, da UNESCO, está com edital aberto para financiar projetos que promovam a emergência de um setor cultural dinâmico em nível nacional e/ou local em países em desenvolvimento. Organizações da sociedade civil podem solicitar até cem mil dólares, cerca de pouco menos de duzentos mil reais. O Fundo Internacional para a Diversidade Cultural foi criado pela Convenção sobre a Proteção e a Promoção da Diversidade das Expressões Culturais, adotada na Unesco em 2005, e tem como objetivo promover o desenvolvimento sustentável e a redução da pobreza em países desenvolvidos ou não-desenvolvidos que sejam parte da Convenção, como o Brasil.
Organizações brasileiras podem mandar projetos para o Fundo, mas devem fazê-lo enviando-os até dia 14 de junho para a Divisão de Assuntos Multilaterais Culturais do Ministério das Relações Exteriores (DAMC – Ministério das Relações Exteriores – Palácio Itamaraty – Esplanada dos Ministérios – Bloco H- Brasília – DF – Brasil- CEP 70.170-900) onde os projetos passarão por uma pré-seleção realizada por uma comissão conjunta com o Ministério da Cultura.
Não há informações se os projetos a enviar para o MRE podem ser escritos em português (a notícia na página do Ministério da Cultura que divulgava informações sobre o Fundo saiu do ar), porém o edital do Fundo é expresso em dizer que só serão aceitos projetos em inglês ou francês.
Informações oficial sobre o Fundo e o edital, bem como o formulário de envio de projetos, podem ser encontradas aqui.
Fonte: http://guidapv.wordpress.com/
Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Editais em aberto

  1. Eduardo Araujo Rocha disse:

    Gostaria que vocês me mantecem atualizado sobre editais para que eu posso mandar projetos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s